spirit-2-966x543

Olá!

Hoje gostaria de iniciar uma série de posts sobre um exercício que adaptei de alguns outros que fiz, e ele sempre me fez sentir renovado e muito bem!

Antes de partir para a primeira parte do exercício, acredito ser prudente que levantemos algumas considerações do significado de algumas coisas importantes a ele, então vamos lá:

Conceitos

Prana

É a energia que foi descrita nos Upanishads* como a energia cósmica vital, assim mencionado na tradução de Swami Paramananda:

“O que quer que exista no universo é envolvido em Prâna e vibra em Prâna. Este é um terror poderoso , como um grande trovão. Aquele que O conhece, torna-se imortal.”

– Upanishads (6, 2)

Tradução livre do Inglês, a partir da tradução de Swami Paramananda

Prâna está em tudo, a essência energética do TODO, e acredita-se que os seres vivos absorvem Prana principalmente pela respiração.

Pranayama

Pode ser definido como o conhecimento e o controle do Prana. Os exercícios de controle do Prana são geralmente exercícios de respiração e controle dela, assim como a primeira parte do exercício que faremos hoje. Vamos a ele então!

Exercício

Dica: Tente fazer o exercício ouvindo uma música elevada! Estou escrevendo este texto ouvindo a música “Calling Wisdom” de Karunesh. Se você tem Spotify, segue o link para a música.

O intuito do exercício é fazer com que você conscientemente sinta o Prana ser absorvido pelo seu corpo, trazendo energia e equilibro para a sua consciência! Este tipo de prática não representa risco algum, é apenas um relaxamento para a mente.

Escolha uma posição confortável para sua meditação, a minha é a posição de Lótus e para tal, tenho uma almofadinha para isso. Você pode fazer isso em uma cadeira confortável se quiser, só tente não ficar com a cabeça apoiada e nem para baixo, pois é fácil cair no sono nessa posição! Se acabar por cair no sono, não se preocupe, isso significa que você relaxou e só isso já é um grande presente! Com mais prática, você chegará ao fim do exercício!

Tente limpar sua mente de pensamentos ruins, essa não é a hora deles, aqui no blog já postamos um excelente exercício para isso, caso queira usar como apoio.

Preste atenção na sua respiração, sem aumentá-la nem diminuí-la, só preste atenção nela.

Perceba o ar entrando e saindo, deixe sua respiração calma, você está em paz agora…

Imagine que o ar que você inspira é feito de uma luz prateada/azulada viva!

Deixe essa luz penetrar no seu nariz ou boca, da forma que achar mais confortável, sinta essa luz por um tempo.

Ao exalar o ar, imagine que com ele, saem suas preocupações, medos em forma de um gás escuro. Inspire Luz, expire o que você não deseja dentro do seu coração. Sinta-se leve, e passe a inspirar e expirar Luz, você é um com ela, ela é um com você.

Sinta que o seu pulmão agora é feito de Luz!

Essa Luz que está em seus pulmões, é bombeada pelo sangue para o seu coração.

Seu coração envolto em Luz e um como Ela, espalha-a por todo o seu corpo, suas veias são feitas de Luz, seus órgãos são Luz! Você é Luz!

Permaneça nessa Luz um tempo. Quando achar que deve, lentamente, abra os olhos, sinta a energia que você recebeu, agradeça a Deus pela oportunidade!

Esse é o fim da primeira parte do exercício!

Fiquem todos na Luz!

 


Equipe Consciência Na Luz

 

PARTE II: Exercício Meditação: Pranayama – Parte II

Anúncios

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s