size0

Despertei fora do corpo em um local que parecia um porto de cargas, mas era um porto lamacento e toda a água parecia ser feita de lama.

Estava com o meu pai, que está encarnado, ao lado de uma espécie de rampa que dava para a água, logo à frente desta rampa haviam portões enormes abertos que não sei  para onde ia.

Enquanto olhávamos para a rampa uma embarcação de casco que parecia chato enorme atracou, a qual pesquisando depois na internet descobri que é uma embarcação do tipo Navio de Desembarque, usada na segunda querra mundial, a frente dela era uma rampa que baixou e de dentro dela muitas pessoas, centenas delas começaram a sair da embarcação.

As pessoas que saíam estavam com roupas rasgadas e velhas, seus corpos cheios de lama e sua pele enegrecida, não eram pessoas negras apesar de que provavelmente tinham delas no meio, mas o tom da pela não era esse, eram peles enegrecidas e pálidas.

No que as pessoas começaram a passar meu pai começou a balbuciar uma música que começava assim: “Refletiu a Luz divina…”*. Ele olhou pra mim e perguntou:

– Você sabe cantar essa música?

– Eu sei pai, quer que eu cante?

– Sim!

Com isso me levantei e comecei a entoar a música.

Algumas pessoas deste grupo entristecido e de roupas rasgadas identificou a música e alguns começaram a cantar comigo e saus espressões tristes começaram a ficar alegres!

Muitos se juntaram ao coram e ele ficou gigantesco! Uma energia enorme fluía enquanto a música era entoada!

Senti essa energia fluindo por mim e abri minha mão direita extendendo-a aos grupo na tentativa de transmitir esta energia a todos eles! Alguns passavam e abaixavam a cabeça para receber a energia, mas muitos deles acabavam me cumprimentado afetuosamente ou me abraçando, às vezes os dois! O evento foi maravilhoso!

Me deu contade de chorar enquanto isso acontecia mas senti que se o fizesse seria tracionado de volta ao corpo e não queria que isso acontecesse agora.

Meu pai sem entender o que aconteceu olhava para mim confuso:

– O que foi isso que aconteceu? – Ele perguntou.

– A música que você queria que eu cantasse pai, é o Hino da Umbanda!

Voltei para o corpo logo na sequência.


Equipe Conciência Na Luz

* Hino da Umbanda:

Refletiu a Luz Divina
Com todo seu esplendor
É do reino de Oxalá
Onde há paz e amor
Luz que refletiu na terra
Luz que refletiu no mar
Luz que veio de Aruanda
Para tudo iluminar!

A Umbanda é paz e amor
É um mundo cheio de Luz
É a força que nos dá vida
É a grandeza que nos conduz

Avantes, filhos de fé
Como a nossa lei não há
Levando ao mundo inteiro
A bandeira de Oxalá

Levando ao mundo inteiro
A bandeira de Oxalá

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s