Recentemente visitei a casa de um amigo onde havíamos marcado de fazer uma meditação em conjunto. Como costumamos fazer, nos sentamos em um círculo, desta vez no quintal da casa dele, coloquei um mantra ao fundo e iniciamos nosso processo de relaxamento antes de iniciarmos a meditação guiada.

Logo no início, senti uma presença densa que tentava nos impedir a concentração. Muitos mosquitos começaram a nos perturbar parecendo que não iríamos conseguir realizar nosso planejamento. Uma intuição então me veio e pedi a todos eles que imaginassem no centro de nosso círculo uma fogueira energética da cor que preferissem. Esperei alguns instantes para que todos conseguissem mentalizar e na sequência pedi a todos que do centro da fogueira, uma esfera feita de Luz líquida se formasse, pedi que imaginassem que esta esfera expandisse cada vez mais, até que nos envolvesse a todos com a sua energia, formando um campo de força que nos protegesse. Neste instante, o som dos mosquitos pareciam ter sumido e todos conseguiram se concentrar normalmente após isso.

Com isso pedi a todos que imaginassem esta esfera crescendo ainda mais, até que cobrisse todo o terreno da casa com esta Luz e assim foi feito, o trabalho, como planejado, havia sido um sucesso.

Chegando em casa, enquanto tomava um banho, algo me dizia para fazer uma nova prece dentro de casa, mas fiquei com preguiça e ignorei a intuição e fui direto para a cama dormir.

Eu não sei dizer exatamente a quantidade de pesadelos que eu tive naquela noite, mas sei que quase não dormi. Durante um destes pesadelos, fui projetado a um lugar onde lá estavam duas entidades densas, vestidas como se fossem policiais, de roupas muito escuras e não podia ver seus rostos. Eles queriam me prender, me segurando pelos braços falavam: – Você vem com a gente!

No momento em que eles me pegaram, sem medo, mas com urgência, rezei um Pai-Nosso e mantive uma imagem de Jesus na minha mente por todo o tempo. Com essa prece, meus braços se livraram das mãos deles como se eu fosse feito de um material tão sutil que eles não conseguiam segurar. Eles tentaram novamente me agarrar, mas as mãos deles atravessavam meu corpo como se eu fosse feito de vento e não conseguiam me tocar. A raiva deles foi tremenda! Xingavam e me ofendiam, ameaçavam a minha família e todo outro tipo de ameaça. Ignorei-os flutuando um pouco para cima e quando menos esperava já acordei de volta ao corpo.

No outro dia pela manhã, eu estava acabado. O sono durante o dia foi tremendo, tanto que por volta das 3 da tarde, não aguentei mais e dei por acabado meu dia de trabalho.

Mais tarde em casa, resolvi fazer uma nova prece antes de dormir e desta vez recorri a outra entidade que tenho grande admiração, pedindo fortemente ao senhor Krishna:

– Senhor, estou ciente de o que aconteceu durante esta noite poderia ter sido evitado se eu buscasse ajuda antes de me deitar. Peço desculpas por não ter feito a limpeza necessária, mas hoje venho rogar por sua proteção! Sei que os irmãos que vieram me incomodar durante esta noite estão perdidos, buscando por ajuda ou inconscientes de o quanto precisam dela. Não peço que as afaste Senhor, mas peço que elas possam também sentir a tua Luz e que Deus permita a evolução tanto minha quanto a deles, juntos como irmão que somos. Pois todos somos filhos do mesmo Deus e todos nós temos muito o que aprender. Se no entanto, Senhor Krishna, você julgar que para que o trabalho da Luz seja concluído será necessário que mais uma vez eu seja privado do meu descanso, que seja feita a sua vontade! Sou apenas um escravo dos trabalhos da Luz. Que assim seja!

Fazendo esta prece, vi surgir dentro da minha mente uma imagem do Senhor Krishna dançando! Ele dançava e tocava sua flauta, alegre enquanto o fazia, parecendo alheio aos meus pedidos, mas dava para sentir que sua energia positiva limpava tudo dentro de mim e à minha volta. Mentalizei para que esta energia fosse distribuída por toda a minha casa e também para a casa do amigo que havia me recebido. Nesta noite, dormi na paz de uma criança e nada me incomodou.

No dia seguinte, voltei a casa deste amigo onde novamente nos juntamos em prece, mas desta vez mais pessoas da casa se candidataram a participar do círculo. Fizemos uma bela e longa prece, juntando palavras que me vieram por intuição naquele momento, pedindo Luz e evolução a todos os habitantes da casa. Uma energia especial nos acompanhou desta vez que foi sentida por todos. Desta vez não houve repercussão negativa. Sabemos que energias negativas não se dispersam da noite para o dia, mas ainda voltaremos várias vezes a fazer preces lá com a permissão de Deus! Sem medo!

Que os senhores Jesus e Krishna nos guie e nos ilumine sempre!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s