Olá e seja muito bem vindo!

Gostaria de iniciar este post pedindo perdão a todos os seguidores do blog, pois devido a uma crise na manutenção da minha espiritualidade e um pouco de falta de tempo, fiquei muitos meses sem postar nada, como já mencionamos aqui em posts anteriores, sempre queremos estar próximos da Luz, mas nossa condição humana às vezes nos afasta daquilo que mais amamos.

Este post é dedicado a documentar uma reunião extrafísica ocorrida há meses atrás, durante uma projeção da consciência*. Este post é particularmente importante pois esse relato se trata de um curso que ocorreu e que aparentemente era de tamanha importância que não só estavam lá muitos trabalhadores encarnados que conhecemos, mas também muitos deles desta vez, o que é muito raro, se lembraram do ocorrido e conseguimos trocar informações e confirmações e detalhes. O que eu farei neste post será separá-lo em duas sessões, onde uma será dedicada ao relato e a outra será dedicada a explicar com o máximo de detalhes de conseguir, a técnica de passe energético que nos foi passada, espero que aproveitem!

O RELATO

Tomei a minha consciência já em um salão muito grande, com espaço para muitas pessoas, o local parecia um galpão com as paredes brancas e colunas quadradas que se extendiam até o teto, também brancas. Em toda a volta e até mesmo decorando as colunas, plantas de toda a sorte se espalhavam pelo local, algumas com flores coloridas, mas a predominância era mesmo do verde, várias delas pareciam trepadeiras e se extendiam para cima, eu não sei dizer se chegavam ao teto pois eu não vi.

O local estava cheio de estudantes, uma palestra acabava de acontecer ali, mas ela mesma eu não me lembro, de qualquer forma o que eu tinha certeza era que naquele momento estava na hora de uma prova prática do que havíamos acabado de aprender, daríamos passes em pessoas necessitadas. A aula fora em estilo workshop, então logo após a palestra, guias nos encaminharam até o que pareciam bancos de praça de madeira, um pouco mais elevado, algo parecido com uma cama de estrado sem o colchão.

Me levando o guia até a posição correta da nossa prática, pelas grandes portas que davam acesso a esse amplo salão, passou a entrar uma multidão de pessoas que tinham aparências horríveis**, com deformações graves principalmente nos rostos, mas se espalhavam por todo o corpo, elas vestiam roupas rasgadas e sujas, seus olhos eram escurecidos, uma sombra os cobria, eles por sua vez pareciam tristes e passivos, levemente anestesiados, obedientemente cada um deles chegou a suas devidas macas e serenamente se deitaram.

Era hora do trabalho se iniciar, o guia que me acompanhava, pegou na minha mão como se chamasse a atenção de uma criança que não prestava atenção, confesso que ainda não estava totalmente consciente na hora e ainda estava impressionado com as pessoas que entraram no recinto, passou então a me instruir a sequência do passe. “Mãos logo acima da testa dele, isso, agora assopra… isso… faz de novo… tá vendo o que está acontecendo?” – repetia ele várias vezes garantindo que eu prestava atenção.

Ficamos vários minutos fazendo isso em nosso paciente até que, como que em um passe de mágica, suas feições começaram a suavizar, seus olhos começaram a clarear levemente. Meu passe pareceu não ser forte o suficiente para retirar toda a má influência que gerava essa imagem desagradável no rosto do nosso paciente, mas certamente havia ficado muito melhor! Enquanto seguia com o passe, o paciente tomou consciência e demonstrando gratidão se levantou e me abraçou. O abraço no entanto me desestabilizou, pois uma grande quantidade de energia pareceu ter sido transferiada a ele no momento do abraço e com o choque, acabei por ser tragado novamente ao meu corpo onde acordei com o meu coração pulsando fortemente, dada a impressão de ter participado de uma corrida.

Meu olhos marearam ao perceber que consegui me lembrar do que havia ocorrido, agradeci em oração ao meus guias, pedindo para que houvessem novas oportunidades!

O PASSE

Este passe é baseado em Pranayama***, você pode ler um pouco sobre isso [aqui].

Preparo

O passe energético é o ato de fornecer uma energia a outra pessoa necessitada, queremos sempre passar uma energia boa e isso não é possível se o passista em si não estiver bem, circundado de energias ruins, logo, antes de qualquer técnica de passe, é importante que o praticante busque estabilizar suas energias, da forma que ele acredita se sintonizar melhor, tem gente que prefere rezar alguns “Pai Nosso”, tem getne que prefere se recolher em um canto e fazer uma oração mais pessoal, tem gente que gosta de entoar ou ouvir alguns mantras, cantar pontos, seja o que for, procure estar bem antes de seguir.

Nós possuímos nossa energia vital que pulsa de nossos chacras, mas ela é nossa e se tentarmos passar nossa energia sem estar ligado a algo maior, podemos melhorar o nosso paciente e piorar nossa própria situação, então é importante estar ligado ao Alto no momento do passe, as técnicas mencionadas acima para limpeza da própria energia em si também nos permite essa ligação, eu pessoalmente gosto também de fazer uma prece a meus guias e solicitar autorização e auxílio para o passe, mas o passista deve procurar a melhor forma a qual ele se identifique melhor para a execução.

Execução

Posicione o paciente em posição confortável, nos ensinaram com o paciente deitado, mas sentado ou em pé também se mostrou eficiente nas nossas práticas. A técnica apresentada foi indicada para casos intensos de concentração de energia densa e deve ser usada com atneção, pois ela exigirá envolvimento direto com a energia negativa/densa do paciente, após esta prática, é recomendando um processo de limpeza do praticante na sequência, as técncias mencionadas acima de preparação também são indicadas. Este passe se divide em duas partes:

Parte 1: Remoção de energias densas

Começando da testa do paciente mantendo uma distância dele de cerca de dois palmos, levante suas mãos na altura da sua boca, as deixando as palmas viradas ao paciente, uma de cada lado da sua boca, inspire, mentalizando como se sugasse dele as energias ruins. Com o pulmão cheio, vire o rosto para longe do paciente e expire essa energia ruim, utilize as mão em um movimente de empurrar, como se quisesse afastar essa energia para longe. Repita essa operação várias vezes, sempre de cima para baixo no paciente até mais ou menos a altura do estômago, suas mão no entando podem descer delineando o corpo do paciente até mais para baixo enquanto inspira.

Parte 2: Aplicação de energia do Alto

Estenda seus braços para o alto, com as mãos espalmadas para cima, mentalizando uma grande coluna de luz dourada lhe banhando, inspire, trazendo essa luz para os seus pulmões e para dentro do seu corpo através do Prana****, mentalize que esta energia tabém é enviada para as palmas das suas mãos.

Virando-se para o paciente, expire, num movimento parecido com o da primeira parte, com as mãos espalmadas na direção do apciente, ao lado da boca, de cima para baixo, concentrando-se no centro do corpo, no alinhamento dos chacras. mentalize a energia dourada saindo do seu corpo e sendo enviada ao paciente, mentaliza raios dessa energia sendo canalizados da sua cabeça para as suas mãos e enviados diretamente ao paciente. Repita quantas vezes cosiderar necessário.

É possível intercalar uma vez a parte um e uma vez a parte dois se considerar necessário, o praticante deve considerar o parecer mais eficiente na sua prática e sempre levar em consideração o que sua percepção lhe mostrar.

Obrigado pela leitura e aproveite a prática!

*Projeção da Consciência: Conhecida por vários nomes (Desdobramento, Viagem Espiritual, Projeção do Corpo Espiritual…) é uma ação que todos nós temos a capacidade de fazer enquanto dormimos, com suficiente prática e estudo, é possível tomar a consicência durante essas saídas e apesar de raro, algumas vezes é possível nos lembrar do ocorrido.

** Aparências Horríveis: Espiritos perturbados e com concentração de energias negativas podem plasmar rostos de formar terríveis, mal cheiro e até mesmo dar a impressão de consumo por podridão/necrose no corpo, nada disso no entanto é real ou permanente, são somente sintomas da energia negativa e não deve impedir o praticante de seguir com seu trabalho.

*** Pranayama: Pode ser definido como o conhecimento e o controle do Prana. Os exercícios de controle do Prana são geralmente exercícios de respiração e controle dela.

**** Parana: É a energia que foi descrita nos Upanishads* como a energia cósmica vital, assim mencionado na tradução de Swami Paramananda:

“O que quer que exista no universo é envolvido em Prâna e vibra em Prâna. Este é um terror poderoso , como um grande trovão. Aquele que O conhece, torna-se imortal.”


– Upanishads (6, 2)

Tradução livre do Inglês, a partir da tradução de Swami Paramananda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s